Menu

Estudo Comparativo entre as Técnicas de Remoção de Material por Goivagem e por Esmerilhamento

Situação

Em Andamento

Natureza

Pesquisa

Pesquisadores

José Guilherme Farias Ribeiro, Wellison da Silva Tavares, Marcelo Ferreira Motta

Envolvidos

Graduação (2), Mestrado (1)

Financiador

CNPq

Valor

Descrição

Voltado para as aplicações de manutenção de equipamentos, incluindo os da Indústria de Petróleo e Gás Natural, este projeto tem por objetivo geral efetuar um estudo comparativo entre as operações de remoção de material por usinagem (esmerilhamento) e por goivagem com arco elétrico (utilizando eletrodos de grafite e arco plasma). Pretende-se levantar informações técnicas e de produtividade destas formas de remoção de material, para que possam ser aplicadas adequadamente na manutenção por soldagem e para que proporcionem uma melhor relação custo/benefício para esta atividade. Os objetivos específicos a serem alcançados nos dois anos de vigência do projeto são: Apresentar dados comparativos relacionados aos ciclos térmicos, às tensões residuais, às características metalúrgicas e de produtividade entre as operações de remoção de material por usinagem (esmerilhamento) e por arco elétrico (com eletrodo de grafite e com arco plasma); Levantar os ciclos térmicos decorrentes das operações de remoção de material por usinagem e por arco elétrico; Desenvolver um sistema de custeamento que permita qualificar e quantificar os custos de produção presentes nas técnicas investigadas de preparação de superfícies, gerando informações para tomada de decisões estratégicas; Estabelecer procedimentos de preparação de juntas, por goivagem ou por esmerilhamento, que proporcionem uma boa produtividade e um acabamento superficial satisfatório às superfícies que serão submetidas às soldagens de manutenção. As metas a serem atingidas consistem em proporcionar os seguintes benefícios às operações de manutenção de equipamentos do Setor de Petróleo e Gás Natural: Redução de tempo na preparação de superfícies (que requerem a remoção de material) de componentes fabricados, principalmente, com chapas de aço ASTM 516 Gr. 60, nas espessuras de , 1 e 1 1/2 . Minimização dos custos de reparo dos equipamentos fabricados com o aço estrutural ASTM 516 Gr. 60.
Universidade Federal do Ceará - Campus do Pici, Bloco 715 - Fortaleza - CE

CEP: 60455-760 - Fone: (85) 3366-9358